Resultados da pesquisa por: faroeste news

{Faroeste News} – Lançamento do livro Poetizando em flor de Mariane Helena e Clube Dora.

 

Inicio da descrição: Na foto a escritora Mariane, ela tem pele negra, cabelos de cor castanho escuro trançado na raiz, preso em rabo de cavalo, a parte solta formando ondulações. Veste uma blusinha de renda verde que cobre somente um ombro, brinco grande em formato de gota achatado de cor dourada, e máscara no rosto branca escrito: "espaço Dora" e sua logo, com formato de flor vermelha e seu miolo amarelo em forma de coração. Ela está sentada diante de uma mesa com o braço direito apoiado e segurando uma caneta, sua mão está sobre um livro de sobrecapa amarela com a logo do espaço Dora enfileirado. O olhar direcionado ao livro enquanto assina. Fim da descrição.

Na última quarta-feira (16) aconteceu o lançamento do 1º livro infantil da escritora Mariane Helena em conjunto com meninas do clube infanto-juvenil Dora.

O livro infantil: Poetizando em flor, É o primeiro livro do projeto Espaço Dora. E foi confeccionado por meninas de 7 a 12 anos (alfabetizadas ou não) sob a orientação  da poetisa Mariane Helena, que semanalmente  se voluntaria a ensinar poesia para um grupo de aproximadamente 30 meninas.

A alegria era notória nos olhos marejados dos pais e encantado de cada menina que não esperava ser parte de um livro tão lindo!

 

Inicio da descrição: Mariane está sentada diante de uma mesa com seis de seus livros enfileirados. Ao seu lado, uma menina de pele branca, cabelos castanhos escuro soltos sobre os ombros, que usa blusa bege, está em pé segurando com as duas mãos o livro com título "Poetizando em Flor". Ao fundo, parede bege com detalhes desenhados, quadro em arte abstrata, e cartaz escrito: "Espaço Dora, transformando o futuro. Capacitação profissional. -gastronomia e panificação -cuidador de idosos -artesanato -reforço escolar -curso de inglês e francês -atendimento psicológico e judiciário -clube feminino infanto-juvenil -brechó. Fim da descrição.

“É Um jardim de emoções! 

Poder ver essas crianças segurando nas mãos a sua primeira conquista, pequenas escritoras desabrochando para seus primeiros versos, ainda mais Em um ano QUE a cultura foi especialmente castigada, quase que impossibilitada de ser. Com certeza que todos que fizeram parte ou se fizeram presentes nesse evento, não serão iguais, após o contato com o belo QUE a literatura e a doçura infantil ainda desperta.”

(Mariane Helena)

 

O projeto já vinha sendo trabalhado durante 2 anos, onde A “Tia Mari” desenvolveu através da poesia, valores sociais e familiares que resultaram nesse presentão de natal mais que especial para todos nós.

 

Inicio da descrição: Mariane está sentada diante de uma mesa com um dos livros "Poetizando em Flor" aberto na sua frente, ela segura uma caneta sobre ele e olha diretamente para a foto. Sobre a mesa, um enfeite em formato de carroça com flores, álcool em gel, livro aberto e livros enfileirados. Ao lado de Mariane, cinco pessoas em pé, duas mulheres e três meninas, cada menina segura um livro na sua frente em pé com as duas mãos. Na esquerda, um cartaz azul escuro escrito "Grupo mulheres do Brasil. Núcleo são José dos Campos SP, e um desenho colorido que representa cinco mulheres em pé, uma ao lado da outra. No centro, ao fundo, um quadro em arte abstrata. Na direita. Cartaz: "Espaço Dora, transformando o futuro." Capacitação profissional. -gastronomia e panificação -cuidador de idosos -artesanato -reforço escolar -curso de inglês e francês -atendimento psicológico e judiciário -clube feminino infanto-juvenil -brechó Fim da descrição

O que é o Clube infanto-juvenil Dora:

É um espaço para o desenvolvimento de atividades como culinária, artesanato, literatura e teatro para meninas de 7 a 14 anos, dentro do Espaço Dora.

O Espaço Dora trabalha para a capacitação e profissionalização de mulheres, em seus diversos âmbitos, auxiliando no desenvolvimento pessoal, cultural, social e financeiro.

 

Parabéns à Mari e a todas as meninas do Clube Dora, por nos ajudar com um trabalho tão incrível, a construirmos um amanhã com ainda mais histórias!

Ficou encantado com esse trabalho tão lindo e gostaria de adquirir o livro? Basta entrar em contato com as redes sociais do Projeto Dora ou da escritora Mariane Helena, demonstrando o seu interesse.

Facebook Mariane

Instagram Espaço Dora

 

Mariane Helena

Curadora e organizadora do livro “Poetizando EM Flor”.

voluntária, professora, escritora e comendadora de literatura e artes.

 

 

Marcado com , , , , , , , ,

[Faroeste News] Confira 1ª Bienal Virtual do Livro de São Paulo

 

Inicio da descrição: Cartaz em fundo Branco, no centro a ilustração de um livro aberto com paginas coloridas, nas paginas abertas o desenho de um rosto sorrindo. Em baixo escrito em preto “Bienal internacional do livro de São Paulo” Fim da descrição.

 

Começou ontem, 7 de dezembro, a 1ª Bienal Virtual do Livro de São Paulo.

Com uma plataforma digital dedicada, a organização espera receber 1 milhão de pessoas em uma semana de evento

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) vai realizar a 1ª Bienal Virtual do Livro de São Paulo, de 7 a 13 de dezembro de 2020. Com o tema Conectando Pessoas e Livros, o evento acontecerá pelo portal www.bienalvirtualsp.org.br que dará acesso gratuito a toda programação e novidades do mercado editorial. Com mais de 100 expositores e 330 autores confirmados, o evento contará com uma grade intensa de programação, venda de livros, além de rodadas de negócios.

O primeiro grande evento virtual do segmento possibilitará o encontro de leitores, escritores e profissionais do mercado editorial de qualquer lugar do mundo. Segundo Vitor Tavares, presidente da CBL, o evento virtual está mais do que nunca democrático, diverso e multicultural.

“Pela primeira vez, pessoas de todos os lugares do Brasil e do mundo poderão participar dessa grande festa, conhecendo as novidades, fazendo bons negócios e aproveitando as palestras que jamais estariam disponíveis de outra forma. Nossa expectativa é receber mais de 1 milhão de visitantes on-line”, destaca Vitor Tavares. Na edição passada, o evento presencial contou com um público de 663 mil pessoas.

O ambiente virtual também vai possibilitar que o público assista a todas as palestras por mais tempo. O portal fica no ar até 13 de janeiro e não há necessidade de cadastro para assistir aos debates e visitar as salas dos expositores.

A Bienal Virtual levará para o ambiente digital seus espaços culturais, como o Salão de Ideias, Papo de Mercado e Arena Virtual. Ambos os espaços irão reunir autores e profissionais do mercado editorial em discussões com temas variados como racismo, empoderamento feminino, comportamento e espiritualidade.  Nomes como Verônica Oliveira, Mauricio de Sousa, Raphael Montes, Nara Bueno, Claudia Raia, Isabela Freitas, Leandro Karnal, Monja Cohen e Mário Sergio Cortella compõem os mais de 70 bate-papos previstos na programação do espaço Arena Virtual. 

No Salão de Ideias, haverá discussões de amplo interesse com escritores, pensadores e profissionais do mercado. Entre os autores estrangeiros, estão confirmados Sarah MacLean, Scarlett Peckham, Nic Stone e Gavin Roy.

A Bienal também trará lives dedicadas aos centenários de Clarice Lispector e da obra de Agatha Christie. Quatro mesas abordarão obra e vida de Clarice e a percepção de sua literatura hoje em dia. Já o estilo romance policial de Agatha Christie será discutido como ainda hoje influencia a literatura do gênero, mesmo 100 anos após a publicação de seu primeiro livro, “O Misterioso Caso de Styles”.

Para coordenar a programação cultural do espaço Arena Virtual, a CBL convidou Diana Passy, criadora da FLIPOP, primeiro festival literário voltado para o público jovem do Brasil.

Os profissionais do mundo editorial também terão espaço garantido nas discussões que farão parte do Papo de Mercado. Tendências, perspectivas e novidades do mercado e da indústria cultural poderão ser acompanhadas por editores e autores.

O público infanto-juvenil não ficará de fora da 1ª Bienal Virtual. O Espaço Mauricio de Sousa contará com palestras sobre livros e temas específicos para o público.

Durante o evento, acontecerá também a 2ª edição da Jornada Profissional, com rodadas de negócios entre players nacionais e internacionais. Esses encontros também promovem discussões sobre os panoramas atuais do setor e as perspectivas para o mercado editorial mundial.

As rodadas de negócios serão exclusivas para empresas apoiadas pelo Brazilian Publishers, projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a CBL e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A Jornada Profissional contará com 30 compradores internacionais previamente selecionados. As mesas e discussões serão abertas e poderão ser acompanhadas por todos os interessados.

A Bienal Virtual do Livro de SP tem o Pólen®, um produto Suzano, como patrocinador do evento.”Estamos muito felizes com mais essa parceria que apoiou a Bienal do Livro física por três edições e, neste ano, está patrocinando a 1ª Bienal Virtual do Livro de SP.”, afirma Vitor Tavares.

Loja virtual

Além das lives e palestras, o público terá acesso às lojas virtuais de cada editora participante, como Rocco, Novo Século, Livraria e Distribuidora Loyola, Grupo Autêntica, Madras, Trilha Educacional, Edições Loyola, Aleph, Papirus, FTD, Panini, Ave Maria, Cia das Letras, Editora Globo. Pelo site, os visitantes podem conferir os lançamentos de seus autores favoritos e possíveis promoções.

Fonte: CBL.


Davyd Vinicius.
Escritor/poeta e blogueiro.
Marcado com , , , , , , ,

[Faroeste News] Colabore com a impressão do livro de poesias do Clube Dora!

Descrição da imagem: Cartaz em fundo Azul claro com flores brancas. A direita, em fundo azul escuro escrito em laranja “Colabore com a impressão do livro de poesias do clube Dora”, a esquerda, capa do livro em miniatura, com o titulo em letras azuis “Poetizando em flor” a baixo ilustração de uma menina de cabelos castanhos, pele clara e veste camiseta Branco, ela está sentada na grama, tendo um livro aberto no colo de onde saem flores. Fim da descrição.

Olá, forasters!

O projeto “Poetizando em Flor”, sob o comando da Voluntária Mariane Helena @escritora_mariane_helena , chegou ao fim e o livro de poesia do Clube Dora está quase pronto…

Ajude esse sonho a tornar-se realidade!! 📝
Colabore com a impressão do livro de poesias do Clube Dora! 📚

Doe:
– R$ 25,00 para ajudar na impressão de um livro ou

– R$ 40,00 e ganhe um exemplar ou

– contribua como quiser 💖!! 📥
Faça uma transferência para nossa conta e envie o comprovante e suas informações pessoais para nosso whatsapp (12-99769-0170):
🗓
Fasc CNPJ:
964856690001-90
Banco Itaú
Ag: 1529
c/c: 56851-9
👭👭👭👭

 

Deixe o seu comentário e nos siga nas redes sociais!

Facebook

Instagram 

Canal do YouTube

Marcado com , , , , ,

[Faroeste News] Mês de Teresa – Homenagem ao dia da mulher negra

{Mês de Teresa} O blog Faroeste Literário abriu espaço para o MÊS DA MULHER NEGRA e para todas as maravilhosas “Teresa” que existem no país, de diversas idades, exercendo variáveis funções na sociedade que precisam apenas de um lugar de fala. Esse mês é todo dedicado a elas! Conheça esse projeto em:

www.faroesteliterario.com.br

[Faroeste News] A novidade dos podcasts, aqui no Faroeste

OLHA NÓS AQUI OUTRA VEZ!

Achou que tínhamos desistido da  literatura??? Ou de ajudar aos novos escritores sob nossa bandeira da inclusão?
Errooooooou! Foi só uma paradinha estratégica para trazer para vocês o melhor das tecnologias, os assuntos que mais buscam e o descobrir o que seria mais proveitoso para vocês, que como  nós, está no tédio da falta de inspiração.
Atendendo a pedidos, vamos começar com esse assunto: A INSPIRAÇÃO  EM TEMPOS DE TÉDIO.
Bom, Como eu (Mari) assumi a missão; já aviso quebrarei sua ideia romântica sobre: a inspiração. Ela não genuina apenas porque surgiu do nada! (Livre, leve e solta). Se quer mesmo ter como profissão a escrita não perca a seleção dos primeiros seis podcats do Faroeste!
QUER O CAMINHO DAS PEDRAS??? QUER SABER COMOCOMO ACESSAR ACESSAR SUA CRIATIVIDADE QUANDO QUISER???
“COLA NI MIM!” 😉
(Mariane Helena)

[Faroeste News] Angela Davis recebe livro da escritora Mariane Helena

No último sábado (19), a ativista e escritora Angela Davis esteve no SESC Pinheiros em São Paulo para o seminário “Democracia em Colapso?”, no qual lotou a platéia de mais de 1.000 pessoas.
Na ocasião, foi entregue a ela o livro “O mar em mim” da escritora e colunista do nosso blog Mariane Helena. A ideia surgiu de uma amiga de Mariane, que junto com o livro, mandou uma carta a Angela contando a história de Mari.

“Listening to a person who has tried against her own and has now profound sequels been something very shocking. Her story makes us think about the of life as well as on the mistakes and hits and never give up.”
(Trecho da carta enviada junto ao livro.)

Além de Angela, personalidades como uma representante da Marie Claire e uma ativista cultural que promove literatura negra, também receberam o livro.

“Mariane Helena prefers to be called Mari. She is very young, she is 29 years old, only in spite of her age she has great experiences of the life.
She has written two books: the “Great Miracle – Metamorphosis” in words in 2015. She got indication for trophy Carlos Drummond Andrade as detached of the year. She got indication trophy Cecília Meireles remarkable women.”
Recently, she wrote the book “The Sea in Me”.
(Trecho da carta enviada junto ao livro.)

Para conhecer um pouco mais sobre Angela Davis, clique aqui.

#Compartilhe essa matéria e nos ajude a construir um amanhã com ainda mais histórias. 😉
Fonte: Folha de São Paulo.
                                                                               

[Faroeste news] Dia do professor

Quero nesse dia tão especial agradecer a todos os professores que passaram pela minha vida e também aqueles que aínda estão. Agradecer por me tornarem quem sou hoje e quem serei no futuro, tenham certeza de que se também escolhi essa profissão, foi porque tive bons modelos e espero um dia ser tão bom quanto vocês.
Ensinar vai muito além daquilo que aprendemos na faculdade, exige um olhar humano e um coração aberto.
Parabéns a todos nós, professores e futuros professores.💓💙🏫📖

Davyd Vinicius

[Faroeste news] Setembro amarelo: Depressão não é frescura


Vamos falar sobre,

pois falar pode salvar vidas!




Passamos o mês todo falando sobre, ouvindo sobre, imergidos no tema. Mas também estamos fazendo isso em casa? Estamos olhando pra dentro de nós?

O mês de setembro foi escolhido para a campanha porque, desde 2003, o dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, por iniciativa da International Association for Suicide Prevention.(Ação de prevenção ao suicídio) … Durante o mês da campanha, costuma-se iluminar locais públicos com a cor amarela.


Segundo a Associação Catarinense de Psiquiatria, a cor da campanha foi adotada por causa da história que a inspirou:


Em 1994, um jovem americano de apenas 17 anos, chamado Mike Emme, tirou a própria vida dirigindo seu carro amarelo. Seus amigos e familiares distribuíram no funeral cartões com fitas amarelas e mensagens de apoio para pessoas que estivessem enfrentando o mesmo desespero de Mike, e a mensagem foi se espelhando mundo afora.  


O carro era um Mustang 68, restaurado e pintado pelo próprio Mike. Os pais de Mike, Dale Emme e Darlene Emme, iniciaram a campanha do programa de prevenção do suicídio “fita amarela”, ou “yellow ribbon”, em inglês.


Essa semana foi feito uma atividade com as crianças da FUNDHAS em São José dos Campos. O nome da atividade é: “Desenhando sentimentos”. Foi surpreendente o que crianças de 6 a 12 anos desenharam! Nossas crianças clamam por ajuda. E ter iniciativas como essa é muito importante.





E para encerrar o ciclo do setembro amarelo no ultimo dia 27 de setembro teve um bate papo com a escritora Mariane Helena com mais de 100 alunos da rede particular da cidade de Jacareí. Uma conversa recheada de emoção e troca. 
SUICÍDIO! Vamos falar sobre.



Mariane Helena





[Faroeste news] Setembro verde: o mês da inclusão

Aberto oficialmente “Setembro Verde” o mês da inclusão social

Foi aberto, em solenidade na Assembleia Legislativa – (ALESP) – o “Setembro Verde”, mês que se comemora a inclusão social. Representantes das APAEs de todo o Estado de São Paulo, autoridades, parceiros, entidades e a comunidade que apoia a causa. Neste ano, o intuito da campanha é envolver novamente a população em atividades voltadas à inclusão social e dar maior visibilidade a causa da pessoa com deficiência.
Quem trafega pelas Rodovias Anhanguera e Bandeirantes pode acompanhar, por meio dos paineis eletrônicos, mensagens alusivas às comemorações dessa causa tão nobre, que é a inclusão social.
Como teve inicio a campanha do Setembro Verde?
A campanha teve início em 2015 e foi instituída pela Federação das APAES do Estado de São Paulo (FEAPAES/SP), em parceria com a APAE de Valinhos (SP), e tem como objetivo tornar o mês de setembro referência na luta pelos direitos e inclusão social da pessoa com deficiência.

EU POSSO SER EU SOZINHO!

Ei! Eu posso ser eu sozinho!
Dá licença ai, pois essa dor,
Não me para mais.
Pelo contrario,
Ela me prepara!
Para as delicias que hão de vir.
Minha limitação, não me limita,
Pelo contrario,
Ela me habilita
Para novas oportunidades,
Com novas habilidades!
Viver em comunhão 
É sim o que desejo.
Mas quero viver em sociedade, 
Com a minha individualidade.

Entenda! Eu sou capaz!

Só quero paz
Para ser quem sou.

[Faroeste News] Lançamento do livro “O mar em mim” de Mariane Helena

 

 No último dia 25/07, aconteceu no Centro da Juventude de São José dos Campos, o lançamento do livro “O mar em mim” da escritora Mariane Helena. O lançamento da obra que é o primeiro romance da autora, fez parte  das celebrações do dia da mulher negra, comemorado no dia 27 de julho. Além do lançamento, o evento promovido pela prefeitura de São José dos Campos em parceria com  o grupo Mulheres do Brasil, contou com um bifê e uma roda de conversa com Sônia Guimaraes, Carolina Félix, Janaina da Silva Melo, ShirleiVerissimo e Mirela Alencar.

O lançamento contou com o sorteio de 10 exemplares da obra, e claro, uma emocionante sessão de autógrafos.

“É muito emocionante você poder autografar o seu sonho, e o mais bacana, foi ver a minha tia mais velha Oraida, que sempre foi meu referencial, chegando. Poder autografar o meu sonho para ela foi muito emocionante.”

Mariane ressalta o carinho e a emoção de ter sua família ali presente, ajudando e dando todo o suporte.

A autora também fala com carinho da conferênci dos vicentinos Santo Agostinho, que estiveram presente.

“Eles já atendem a minha família a muitos anos e poder ver todos eles presente, comprando meu livro e podendo tirar uma foto com todos reunidos, sem dúvida foi muito emocionante.”

Perguntada sobre a importância do evento e sobre ser uma escritora negra, Mariane disse:

“Ser uma escritora negra é um privilégio e um desafio. Um desafio, porque você sempre em que mostrar mais, você sempre tem que batalhar para que o que você escreve seja reconhecido, mas é uma honra, principalmente ser reconhecida como uma personalidade negra da minha região e poder ser um referencial para novas escritoras e mulheres negras”.

O que também chamou a atenção, foi o prefácio do livro, feito pelo escritor e poeta Davyd Vinicius, que segundo Mariane traduziu muito bem a essência da história.

“Quando eu terminei o livro, mandei para o Davyd, ele leu e logo me mandou um texto falando sobre ele, eu gostei tanto que tive que colocar como prefácio”, completou Mariane.

Leia o prefácio abaixo:

“Amar, sonhar, perder. Procurar no outro calar a solidão que existe em si. Um querer tão frágil que se esvai com as marés, que se distancia com as brisas.
Ninguém aprende a dizer adeus, ainda mais quem acolhe em um abraço tantas vezes, mesmo sabendo que é parte da partida, Quem acumula histórias, memórias e questionamentos, quem ama sem medida.
Compreender a si faz parte do jogo ambicioso do amor, perder-se no outro, chorar de dor. Quebrar o coração e depois brincar de juntar os caquinhos no aguardo de alguém para desmanchar tudo de novo. Balançar com as águas bravias que nos faz estremecer, isso é se apaixonar, isso é sofrer, isso é se encontrar e se fazer maior em meio ao viver. Suturar tantas vezes nos torna experientes, nos dá um novo olhar, como os ciclos da natureza que se renovam e nos fazem acreditar. Amar tantas vezes e descobrir que nasceu para ser só. Só indagações, só despedidas, só ilusões. Como um velho solitário e suas emoções.”

“”O mar em mim” conta uma história linda e que muitas vezes nos faz parar para refletir sobre nossos sentimentos que muitas vezes são deixados de lado. Seu enredo é envolvente e surpreendente, nos fazendo mergulhar não só na história, mas dentro de nós mesmos.” finaliza Davyd.

Para adquirir a obra, basta entrar em contato com a autora através das suas redes sociais:

https://m.facebook.com/profile.php?id=100002269830887