[A vida por Ana Rapha] Os ciscos

Olá, meus leitores!!
Vamos a mais um texto de Ana Rapha Nunes? Que tal refletirmos um pouco sobre nossas vidas? Confiram “Os ciscos”.

            Sabe aquela máxima de que ter muito dinheiro é tão difícil quanto não ter dinheiro algum? Isso vale para a felicidade. Ser feliz assusta, dá medo. Quando você se sente muito feliz, qualquer coisinha pode atrapalhar a felicidade tão sonhada. Os ciscos passam a incomodar…
            Outro dia estava conversando com uma amiga minha e ela estava queixando-se do seu namorado. Até seis meses atrás ela andava solitária há anos, só se envolvia com trastes, daqueles que vão comprar cigarros e nunca mais aparecem. Hoje, ela tem um namorado lindo, gente boa, super apaixonado, vive um amor digno de tela de cinema, mas ela segue reclamando, porque ele deixa a pasta de dente aberta, não manda mensagem assim que acorda, adora comer hambúrguer. O que são essas migalhas diante do romance que ela vive diariamente? Dos beijos cinematográficos, das juras de amor eterno, das noites de paixão, do carinho e do companheirismo que um tem para com o outro? São ciscos, apenas ciscos. É disso que estou falando. Como gostamos de reclamar e de não valorizar nossas conquistas. E Roberta não é a única, posso elencar uma penca de exemplos.
            É a Inês que reclama do serviço da diarista todo dia que ela vai, mas quando a moça falta, ela quase morre do coração com tudo por organizar em casa; é o João que reclama dos gastos que seu carro zero dá, sendo que até outro dia só andava de busão; é o Henrique que reclama da bagunça do filho, mas seu maior sonho era ser pai; é a Mariana que reclama de ter que limpar uma casa grande, mas mora quase em um palacete.

            E por aí vai, João, Roberta, Inês, Henrique, Mariana, todos nós reclamando dos ciscos, sem apreciar a beleza e os encantos dessa viagem que é a vida. 

Quer saber mais sobre Ana Rapha Nunes?
Confira: www.facebook.com/escritoraanarapha

6 comentários em “[A vida por Ana Rapha] Os ciscos

  1. Realmente, na maioria das vezes reclamamos dos ciscos! Lindo texto, Ana Rapha!

  2. Realmente, na maioria das vezes reclamamos dos ciscos! Lindo texto, Ana Rapha!

  3. Realmente, na maioria das vezes reclamamos dos ciscos! Lindo texto, Ana Rapha!

  4. Fico feliz que tenha gostado, Andréia!! Obg!! 😉

  5. Fico feliz que tenha gostado, Andréia!! Obg!! 😉

  6. Fico feliz que tenha gostado, Andréia!! Obg!! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *