[Literletrados] Introdução ao Mercado Digital – Luis Maldonalle

Está disponível o primeiro video do nosso curso online “Literletrados”.
Os videos serão semanais, e este módulo ficará aos sábados, sendo ministrados pelo autor Luis Maldonalle.
No video que inicía o curso, o autor abordará o tema “Introdução ao Mercado Digital”.
Confira o video abaixo:

E para não perder nenhum video do nosso curso, não deixe de se inscrever em nosso canal.
Caso tenha alguma dúvida, sugestão ou reclamação, deixe seu comentário.

6 comentários em “[Literletrados] Introdução ao Mercado Digital – Luis Maldonalle

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

  2. Este comentário foi removido pelo autor.

  3. Este comentário foi removido pelo autor.

  4. Bom dia Luis, gostei do seu vídeo, é sempre muito bom ouvir dicas, conselhos de especialistas. Eu me vi em alguns trechos quando citou a negociação com a Editora, os valores, realmente eles são assustadores.
    Escrevemos, pensamos, sonhamos, acreditamos na história, isso é fato, mas quando passamos por essa parte prática, da negociação, é como se a história do livro fosse a mais infantil e idiota do mundo, nos sentimos tão desvalorizados. Espero que suas dicas ajudem aos escritores a não se sentirem tão down nesta fase obrigada.

  5. Bom dia Luis, gostei do seu vídeo, é sempre muito bom ouvir dicas, conselhos de especialistas. Eu me vi em alguns trechos quando citou a negociação com a Editora, os valores, realmente eles são assustadores.
    Escrevemos, pensamos, sonhamos, acreditamos na história, isso é fato, mas quando passamos por essa parte prática, da negociação, é como se a história do livro fosse a mais infantil e idiota do mundo, nos sentimos tão desvalorizados. Espero que suas dicas ajudem aos escritores a não se sentirem tão down nesta fase obrigada.

  6. Bom dia Luis, gostei do seu vídeo, é sempre muito bom ouvir dicas, conselhos de especialistas. Eu me vi em alguns trechos quando citou a negociação com a Editora, os valores, realmente eles são assustadores.
    Escrevemos, pensamos, sonhamos, acreditamos na história, isso é fato, mas quando passamos por essa parte prática, da negociação, é como se a história do livro fosse a mais infantil e idiota do mundo, nos sentimos tão desvalorizados. Espero que suas dicas ajudem aos escritores a não se sentirem tão down nesta fase obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *