Mês: julho 2016

[Do amor ao desamor] Remédio para Frustrações – Davyd Vinicius

O amor é como uma droga que ao mesmo tempo que nos proporciona o mais intenso prazer, logo nos causa dor e sofrimento. Mesmo assim, o ser humano necessita desse “prazer” para aliviar a triste realidade que vive.  O que poucos sabem, é que um dos maiores focos de doença psíquica e comportamental de nossa […]

Continue a ler

[Do amor ao desamor] Remédio para Frustrações – Davyd Vinicius

O amor é como uma droga que ao mesmo tempo que nos proporciona o mais intenso prazer, logo nos causa dor e sofrimento. Mesmo assim, o ser humano necessita desse “prazer” para aliviar a triste realidade que vive.  O que poucos sabem, é que um dos maiores focos de doença psíquica e comportamental de nossa […]

Continue a ler

[Súmula de Domingo] – OLIMPÍADAS – Ana Cristina.

O que acha das olimpíadas no Brasil? Essa foi a pergunta feita a mim. Minha opinião, será que importa? Mesmo não importando vou esboçar um pequeno discurso sobre o evento, sei que poderá gerar polêmica, mas é necessário que eu faça. Penso que, posso estar errada, um país sediador de um evento cuja magnitude, esta já lhe […]

Continue a ler

[Súmula de Domingo] – OLIMPÍADAS – Ana Cristina.

O que acha das olimpíadas no Brasil? Essa foi a pergunta feita a mim. Minha opinião, será que importa? Mesmo não importando vou esboçar um pequeno discurso sobre o evento, sei que poderá gerar polêmica, mas é necessário que eu faça. Penso que, posso estar errada, um país sediador de um evento cuja magnitude, esta já lhe […]

Continue a ler

[Do amor ao desamor] Amor X Paixão – Davyd Vinicius

Sim “o amor é cego”, pois quando nos apaixonamos começamos a super dimensionar aspectos minúsculos da outra pessoa  e assim “camuflamos” os seus erros.  Em uma paixão, o “pensamento intrusivo” é comum, torna-se quase impossível se retirar a pessoa desejada dos pensamentos.  A paixão romântica pode produzir uma variedade de mudanças estonteantes de humor que […]

Continue a ler

[Do amor ao desamor] Amor X Paixão – Davyd Vinicius

Sim “o amor é cego”, pois quando nos apaixonamos começamos a super dimensionar aspectos minúsculos da outra pessoa  e assim “camuflamos” os seus erros.  Em uma paixão, o “pensamento intrusivo” é comum, torna-se quase impossível se retirar a pessoa desejada dos pensamentos.  A paixão romântica pode produzir uma variedade de mudanças estonteantes de humor que […]

Continue a ler

[Do amor ao desamor] A Influência do amor sobre os nossos atos – Davyd Vinicius

Quando amamos, nada mais importa, a não ser a pessoa amada e tudo que á rodeia. Fazemos de tudo para ter sua atenção, imploramos por um simples olhar, mesmo que ele dure apenas alguns segundos. A paixão nos faz perder o controle sobre nossos atos e pensamentos perto de quem gostamos, sendo algo que acontece […]

Continue a ler

[Do amor ao desamor] A Influência do amor sobre os nossos atos – Davyd Vinicius

Quando amamos, nada mais importa, a não ser a pessoa amada e tudo que á rodeia. Fazemos de tudo para ter sua atenção, imploramos por um simples olhar, mesmo que ele dure apenas alguns segundos. A paixão nos faz perder o controle sobre nossos atos e pensamentos perto de quem gostamos, sendo algo que acontece […]

Continue a ler

[Diversidade Literária] Conceito de Literatura (Biblioteca Murilo Mendes- JF) Marivalda Paticcié

Conceito de Literatura Parte III O problema, exposto até o momento de modo sumário, entra a complicar-se quando o focalizarmos doutro prisma, ou seja, tendo em vista o meio, o instrumento de que se valem para exprimir as formas de conhecimento. Comecemos por entender que a expressão do conhecimento, ou melhor, a expressão da “imagem” […]

Continue a ler

[Diversidade Literária] Conceito de Literatura ( Biblioteca Municipal Murilo Mendes -JF) Marivalda Paticcié

Conceito de Literatura Parte II Afinal, que é Literatura? Eis a questão capital, ponto de partida (e de chegada) da problemática literária. Além da biografia referida em nota 6 deste capítulo, o leitor poderá ainda socorrer-se de outros títulos mencionados no rol bibliográfico in fine.  Vale alertar desde já que os ensaios ali  apontados não […]

Continue a ler