[COLUNA DE FÉRIAS] O deserto e o destino


No deserto sabem-lhe a sal
Todas as recordações dos caminhos por entre verdura
Que um dia amou.

Morre de sede, não de saudade.

SARA TIMÓTEO



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *