[4ª Poética] Menino que sonhava – Fundação Casa

Era um menino que sonhava 
E por essa eu não esperava
Saber que poucos conseguem ser Patrão 
Neste universo policia tira vidas
Deputados roubam 
Um juiz vem e solta 
Do crime eu temia 
Vi covardes que se escondiam
Eu menino sem rumo 
Neste mundo cinza sou cor 
Sou moleque considerado
A droga  tornou-se minha amiga
Quando fui para rua  pensei em virar ladrão
Porém consegui uma casa o nome era Fundação
PSEUDÔNIMO: MENINO SONHADOR



 POETA SÓCIO-EDUCANDO: Agora, na quarta poética também teremos uma vertente social. Serão aqui apresentadas poesias de adolescentes internos na FUNDAÇÃO CASA de Lorena-SP. Como o adolescente esta em medida sócio educativa temos que preservar o direito de imagem dele devido a tutela estar com Estado, não podendo ser revelada a autoria(Espero que compreendam). 

3 comentários em “[4ª Poética] Menino que sonhava – Fundação Casa

  1. Adorável participação. Um forte abraço.

  2. Adorável participação. Um forte abraço.

  3. Adorável participação. Um forte abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *