[4ª Poética] Nuvens – Patricia Fonseca

As nuvens ao vento
desenham nossos sonhos.
Refletem as pequenas coisas da nossa vida
Em flocos de algodão.
Destino desconhecido.
Se transformam o tempo todo.
As vezes ficam tão cinzas… tão escuras que desabam em gotas.
As vezes desaparecem no azul do universo.
As vezes cavalgam no dorso das montanhas.
Pincelam o céu como uma grande artista.
Como será a sensação de pegar
uma nuvem?
Que parece sem corpo, feita só de alma.

PATRICIA FONSECA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *