[4ª Poética] Teu cheiro – James Ribeiro

Me guio pelo teu cheiro,

Morando comigo,
No meu registro,
Em minha pele,
Em meu delírio,
Em minha cama.
Morando em mim,
Morando em meus sentidos,
E me fazendo sentir,
De ti, nem que aos poucos.
Inebriante.
Teu cheiro.
Avassalador.
Que vez ou outra,
Alguém se supõe a usar.
E quase me engana.
Me extasia, ali por um momento.
Quase te vejo.
Me guio pelo teu cheiro,
Que me imanta a teu pescoço,
 E me traz paz,
Me traz paixão e desejo.
É teu cheiro que mora,

Até se extrapolar no beijo.


JAMES RIBEIRO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *