[4ª Poética] Uma nova receita de café – Couto Ponte

Esquente a água
Coloque duas colheres de café
Coloque que água e adoce
Esquente seu amor num abraço
Duas colheres de contradição
Isso tem que ter precisão
Pouco mais, pouco menos 
Pode vira uma baita confusão
A água talvez demore a esquentar 
Mais quando estive pronta
Talvez nem precise adoçar
O amor está pronto pra você
Se degustar


COUTO PONTE


3 comentários em “[4ª Poética] Uma nova receita de café – Couto Ponte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *