[4ª Poética] Vácuo no coração – Felippe

Vácuo no coração

Escrevi nas nuvens
Versos de um mero apaixonado
Grafei em teu coração
Todo o meu amor que pude dar
Gritei aos quatro ventos 
Palavras com aromas de campo
Fiz juras a ti, prometi
E com a minha alma eu assinei…
Só que você não se preocupou
Não deu o mínimo valor
Deu de ombros aos meus sentimentos
Virou a cara para meu toque de carinho
E mais uma vez meu amor foi entregue ao lixão…
Por essas e outras
O ádito do meu coração estará interditado
E não terá prazo para voltar a abrir.


FELIPPE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *