Mês: junho 2018

[Projeto Láquesis] No fim das contas – Davyd Vinicius

                Ao acordar, ele abre os olhos lentamente tentando entender o que estava acontecendo. Quando olha para frente, compreende conhecer o espaço que por algum motivo encontra-se em caos.                 Com o seu corpo totalmente adormecido, ele tenta virar-se para o lado, fazendo com que uma garrafa vazia role, percorrendo alguns metros do espaço vazio […]

Continue a ler

[4ª Poética] Ela dança – Davyd Vinicius

ELA DANÇA Ela dança sobre o fogoO coração grita tanto, ecoa pela pele que dói.Dói por dentro e dói por foraLavando as feridas com as próprias lágrimasEla brinca de casinha no inferno que à destrói.DAVYD VINICIUS

Continue a ler

[Súmula de Domingo] Uma Dor Eterna – Ana Cristina da Costa

Evoluímos em tantos aspectos, nos deixamos envolver pelas máquinas, pelo brilho do metal, pelos panos macios das “roupas de marca”, pelas horas solitárias, sem gente por perto, nos deleitamos com o mundo aos olhos e aos cliques. Evoluímos, falamos muitas línguas numa só rede, estamos em todos os cantos, nos espalhamos e esparramamos nossas preferências […]

Continue a ler

[Biografias Reais] Ruth Guimarães

Ruth Guimarães e todo o seu revoar literário “…e as palavras que outrora caminhavam pela superfície plana do papel  voaram junto de Ruth, porém não foram embora; Ao olharmos para o límpido céu podemos vê-las  voando e se entrelaçando junto aos pássaros agora. Toda a doçura do seu ser que antes resplandecia no seu rosto  agora […]

Continue a ler

[4ª Poética] Para alguém que se importe – Jeff Tron

PARA ALGUÉM QUE SE IMPORTE Escrevo cartas para você Para alguém que se importe Alguém que me visualize além da minha dor Alguém que conheça minhas mazelas  E mesmo assim ainda decida ficar. Eu sei que você conhece o que sou Vivo num conto de fadas  Que criei para me proteger das dores do mundo […]

Continue a ler

[Súmula de Domingo ] Meu Brasil Brasileiro – Ana Cristina da Costa

“Esse coqueiro que dá coco Onde amarro minha rede Nas noites claras de luar Por essas fontes murmurantes Onde eu mato a minha sede Onde a lua vem brincar Huuum! Esse Brasil lindo e trigueiro É o meu Brasil Brasileiro Terra de samba e pandeiro Brasil!“Aquarela do Brasil – Ary Barroso Hoje o Brasil estreia […]

Continue a ler

[Biografias Reais] Graça Aranha

Graça Aranha : A elite inspirada e abolicionista Nenhum preconceito é mais perturbador à concepção da arte que o da beleza. Graça Aranha Graça Aranha (1868-1931) foi um escritor brasileiro. Seu romance “Canaã” abriu o período Pré-Modernista, compreendido entre 1902 e 1922. Proferiu o discurso inaugural da Semana de Arte Moderna. Graça Aranha (1868-1931) nasceu […]

Continue a ler

[4ª Poética] Sempre destino do errante – Mauricio Duarte

SEMPRE DESTINO DO ERRANTE A paixão de Rumi, celebrando a natureza, conheceu eco em Iqbal, buscando a benção! Mas do que é feita essa poética que não é espiritualidade em textos de Thomas Merton? Quando Carlos Nejar virá em sua imensa lírica participativa em cosmogônico mistério? Ao encontrar a voz gnóstica nos grandes versos de […]

Continue a ler

Especial – Dia dos Namorados

Paixão e Amor Quando estamos apaixonados O nosso coração arde em chamas O seu nome facilmente proclama E o nosso dia dura por semanas. O sonho de ser melhor Torna o nosso dia melhor Chamo seu nome pelas letras E agradeço a Deus por ser perfeita. Amar é o meu maior prazer Querer é sentir, […]

Continue a ler

[Faroeste News] Exposição homenageia a literatura negra brasileira

A exposição itinerante de artes visuais: “Homenagem à literatura negra brasileira” foi criada para contrapor e desconstruir uma representação (ainda atual) do negro como alguém inferior, merecedor de nenhum privilégio na sociedade; sem méritos ou talentos; chances ou oportunidades.”A exposição que contém a curadoria de Mariane Helena e Bob Nascimento, trás a vida e obra […]

Continue a ler