Dia: 1 de agosto de 2018

[4ª Poética] Desarvorado – Daniel

DESARVORADO  Frequentemente venho a me perguntarSe vale a pena viverSe vale a pena escreverRir, amar, rimar existirLabuta divina me guia me fazLabuta onerosa, não sei o que contigo façoFrequentemente esqueço de me perguntarSe vale a pena qualquer coisa que sejaQuando estou a viver não tenho tempo de pensarQuando não penso morroQuando penso, montanhaMas do que […]

Continue a ler