[4ª Poética] Escravidão urbana – Bob Nascimento

Escravidão urbana
Escravidão urbana 
Urbana escravocracia 
Trouxe desequilíbrio a sociedade 
Ainda hoje se faz presente 
Seus olhares não inibem mais.
Suas falas faço meus argumentos
Sou forte como os meus ancestrais.
Alforrias algemas forjadas pelo sistema.
Sigo combatendo o coronealismo
Ciente dos meus direitos 
Semeio minha história 
Afim de germinar outras. 
Bob Nascimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *