[4ª Poética] Cai,. cai, chuva – João Isidoro

CAI,CAI CHUVA

Chuva veio, foi um devaneio…
Quarto pinga, cama molha!
Sala pinga, sofá arrasta;
Chuva veio não passou, só enchente deixou;
Desaba ou não, parede assusta com água de chuva, que muita astúcia tem;
Chuva cai, cai não casa, chuva embora vai.
Chuva veio não passou, casa alagou!
Panelas faltaram para pingos que pingavam.
Cama molha,
sofá arrasta
pinga, pinga, hei, não beba até que a chuva desapareça chuva veio, quarto pinga, cama molha
sala pinga, sofá arrasta
chuva veio não passou
Mas alagou, casa resistiu não caiu, mas se feriu
chuva cai, casa ferida não
chuva cai em vão, casa ferida, alagada, sofreu solidão;
chuva veio não passou casa alagada ficou…
JOÃO ISIDORO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *