Escolhas

A vida sempre oferece dois caminhos, duas opções, muitas dúvidas e muitos arrependimentos. Afinal, quem já não se arrependeu de alguma coisa que fez na vida? Eu não gostava de pensar assim, sempre quis pensar que se foi aquilo que fiz, era aquilo que deveria ter feito. Depois, mudei de ideia e resolvi me arrepender de algumas coisas, depois mudei de ideia novamente e voltei ao pensamento original! Porque é muito chato ficar olhando para trás e dizer: se eu tivesse feito assim, se eu tivesse feito assado… é cansativo demais pensar que a vida poderia ter sido diferente do que foi. E talvez, ela não teria que ter sido. Podemos e devemos pensar que tudo é e está perfeito e que a vida é mesmo do jeito que ela tem que ser.

Pode ser que não queiramos aceitar que na hora da decisão, não podíamos pensar diferentemente. Era aquilo que sabíamos, era aquilo que podíamos fazer. As escolhas da vida. O livre arbítrio. Os quereres e os desejos de ter e ser tudo na hora que queremos. E simplesmente não é possível que tudo seja do jeito que queremos. Afinal, vivemos uma vida de experiências e de ensinamentos. Vivemos para aprender a paciência, as virtudes mais nobres, respeitar o próximo, respeitar a nós mesmos.

Uma coisa muito importante que aprendi é não decidir nada de cabeça cheia, ou com raiva, ou com aquela sensação de ter que fazer alguma coisa. O melhor a fazer é parar para pensar nas grandes decisões, pensar naquilo que realmente podemos ou não dar conta no futuro. Como essas decisões implicarão no futuro? Às vezes, fazemos coisas pensando no hoje ou no amanhã, mas pensando com sabedoria, podemos mudar nossa vida a partir das nossas escolhas. Esqueça aquilo que já foi, aquilo que você acha que poderia ter feito de uma forma melhor. Já dizia Belchior: “ O passado é uma roupa que não nos serve mais.” Aprenda com as lições do passado e siga em frente rumo a um destino melhor. Não se cobre tanto, não se julgue tanto e não se condene. Tudo pode ser melhorado, tudo pode ser aprendido. A vida é um eterno aprendizado. E sendo assim, em todos os dias temos chances para melhorar e crescer e sermos mais satisfeitos conosco.

Confiar nas nossas decisões é muito importante. Confiar em quem somos, no caminho que vamos trilhando nos anos que vão passando. Temos tanto a aprender. Temos tanto a trocar. Temos tanto a viver. Celebre seus dias novos e pense nas suas decisões. Elas estão sempre criando seus novos dias e seu futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *