Dia: 4 de novembro de 2020

{Quarta Poética} – A sinceridade na ansiedade – Camila Prado

    Ansiedade sombria, amiga de grande  estima, a cada dia! Onde procurar abrigo que não estejas lá? Longas pausas e pulsações afoitas, subsequentes, Meu castigo mudo e minha voz eloquente. . . Por certo, haveria motivo para extinguir esse mal? Ou ainda quem sabe, a cura ou apenas um vislumbre? Não há saber que […]

Continue a ler