{Andei pensando} – Apresentação – Bia Fernandez

{Andei pensando}- Apresentação - Bya Fernandes

Inicio da descrição: Bia veste uma blusinha vermelha de decote “v” e que mostra os ombros. Ela tem a pele clara, o cabelo de cor escura, liso, solto sobre os ombros e que vai até a altura do peito. Ao fundo, a noite, prédios e postes iluminados ao longe. Bia está sorrindo. Fim da descrição

“O que a literatura faz é o mesmo que acender um fósforo no campo no meio da noite. Um fósforo não ilumina quase nada, mas nos permite ver quanta escuridão existe ao redor.”

— William Faulkner

Sobre a colunista, Bia Fernandez

E desde o início sempre foi assim na minha vida. Venho de uma família leiga de todo, que nunca influenciou ou exemplificou a importância do contato com os livros para mim. Ainda sim, aquela pequena Bia de seis anos já entendia a magia presente nas páginas empoeiradas dos volumes na sala de leitura da escola pública em que estudava, o encanto único de estar sentada entre diversas obras na pequena biblioteca social na qual sua tia era faxineira.

O amor pelos livros sempre esteve dentro de mim, e veio não sei de onde, não sei por quê. O fato é que enquanto a criançada corria para o pátio na hora do recreio, a fim de brincar, eu me recolhia sob alguma sombra qualquer, tendo nas mãos um dos meus melhores amigos: uma das aventuras fantásticas de Monteiro Lobato, a historinha de carinho e admiração do coelho e da menina bonita de Ana Maria Machado, as deliciosas narrativas lúdicas de Eva Furnari, como aquela dos dedinhos, ou até mesmo um dos quadrinhos de Maurício de Souza ou Ziraldo. Eram palavras pra todo lado, tal qual cores que coloriam os meus dias infantis e cheios de sol.

Com tantas histórias a adoçar minha mente, não foi de se espantar quando a necessidade de criar as minhas próprias surgiu. Munida de Folhas A4, cola branca, tesoura e muitos lápis de cor, embarquei naquela viagem fantástica. Escrevia versões engraçadinhas de narrativas que conhecia, abrindo vasão também para inventar outras do zero. Ilustrava tudo com muita atenção, sorrindo orgulhosa ao fim do trabalho, apesar de ter as roupas, pele e cabelos sujos de tinta e cola, para horror da minha mãe.

Minha rotina continuou assim até meus oito anos, quando, adivinhem só: descobri que ficaria cega! A escuridão não tomou conta dos meus olhos de imediato, mas comprometeu boa parte da minha visão, tornando impossível mergulhar por conta própria nos livros que tanto amava. Com o coração apertado de saudade, pedia para que os adultos lessem para mim, o que faziam, depois de reclamar um pouco. Como já citei anteriormente, minha família nunca foi muito chegada ao hábito da leitura, o que é triste, mas compreensível.

Contudo, o futuro me reservava coisas lindíssimas! Com o advento da tecnologia na minha vida, comecei a ter acesso aos livros virtuais, e pude novamente usar a literatura como meu combustível para crescer como ser humano, entender o mundo e claro, ter consciência da escuridão que nos cerca, bem como da luz que nos move.

Sobre a coluna andei pensando

Como puderam ver através desse resumo da minha vida, as palavras sempre fizeram parte de quem eu sou, moldando muito do que eu sou. Por isso fiquei tão encantada quando recebi o convite de participar desse maravilhoso espaço, recheado de palavras de pessoas que as amam tanto quanto eu!
Tenho 22 anos atualmente, curso psicopedagogia e mantenho um blog pessoal no endereço andeipensando.net, onde compartilho minhas “loucuras”. Daí o nome da coluna, sugerido pelo queridíssimo Davyd Vinicius!
Pretendo trazer pra vocês contos, poesias e reflexões, particionados em bocadinhos de palavras caseiras que oferecerei sempre aos domingos, quentinhas e feitas com carinho. Aliás, escolhi esse dia especificamente para postar aqui no blog porque nunca fui muito com a cara dele. Quem sabe agora que tenho esse compromisso com vocês, meus domingos não se tornem mais doces? ❤

Se você chegou até aqui, agradeço-lhe pela paciência. Prometo recompensar da melhor forma toda semana a partir de agora, beleza? 😁👍

Então te espero ansiosamente no nosso próximo encontro. Vou vestir minhas palavras com a melhor roupa, perfumá-las de poesia e juntos desfrutaremos de uma deliciosa experiência, combinado? 😍
Kisses e mais kisses 😘😘😘😘😘

Marcado com , , , ,

7 comentários em “{Andei pensando} – Apresentação – Bia Fernandez

  1. Parabéns querida amiga, espero ansiosamente por tudo que tá por vir. Torço muito por seu sucesso, e que essa seja a primeira de muitas oportunidades de você mostrar a todos o seu talento.

  2. Boa tarde!
    Gostei da apresentação da Bia, que vai nos presentear com a sua coluna aqui no blog, todos os domingos. A história da Bia deixa claro o seu gosto pela leitura, um laço que se surgiu bem cedo, e que continua até hoje.
    E para essa existência, não faltou amor pelo que faz, persistência e vontade de vencer.
    À partir de hoje, aguardamos todos os domingos essa coluna da Bia.

    1. Olá boa tarde a tia está muito feliz e orgulhosa de você irei acompanhar seus posts!!😍🤩 Parabéns!!

  3. Boa tarde
    Muito linda sua apresentação. Espero ansiosamente para ler suas palavras do próximo domingo!
    Que o espírito santo de Deus te abençoe

  4. Adorei conhecer e saber o gosto e dedicação pela Litetatura..parabens..aguarderei as postagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *