Categoria: brilho

[4ªpoetica] Noites em Claro – Allan Pavuna

Acendo um cigarro, puxo o fumo como um modo de fugaSinto a fumaça preencher meus pulmões.Sentado ali no meio do nada, tendo apenas minha mente como amigaE nela mesmo uma inimiga; penso nas estrelas.Seres do espaço, iluminando noite a dentro com seus brilhos humildesNunca roubando a da lua, nunca sobre julgando a outra,Dando espaço para […]

Continue a ler

[4ªpoetica] Noites em Claro – Allan Pavuna

Acendo um cigarro, puxo o fumo como um modo de fugaSinto a fumaça preencher meus pulmões.Sentado ali no meio do nada, tendo apenas minha mente como amigaE nela mesmo uma inimiga; penso nas estrelas.Seres do espaço, iluminando noite a dentro com seus brilhos humildesNunca roubando a da lua, nunca sobre julgando a outra,Dando espaço para […]

Continue a ler