Categoria: Diversidade Literária

Início da descrição: Em um banco de madeira há um casaco de lã amarelo, sobre ele um livro aberto e um óculos. O chão é de terra e com folhas secas, ao fundo uma árvore com frutos redondos avermelhados, espalhados em seus galhos. No topo, escrito com letras pretas: "Diversidade literária". No centro: Marivalda Paticcié". Fim da descrição.

{Diversidade literária} – Analise: Bom dia Camaradas Ondijaki – Marivalda Paticcie

Olá, Camarada Leitor Brasileiro! Hoje a abordagem, é sobre a publicação do romance Bom dia Camaradas, do jovem escritor angolano Ondijaki. Essa abordagem torna – se uma ótima oportunidade, para retornarmos um contato, extremamente proveitoso que houve um dia:  A ligação com a literatura africana de língua portuguesa. Continente que abriga a origem de boa […]

Continue a ler
Início da descrição: Em um banco de madeira há um casaco de lã amarelo, sobre ele um livro aberto e um óculos. O chão é de terra e com folhas secas, ao fundo uma árvore com frutos redondos avermelhados, espalhados em seus galhos. No topo, escrito com letras pretas: "Diversidade literária". No centro: Marivalda Paticcié". Fim da descrição.

[Diversidade Literária] Os Estilos Pós  – Românticos de Oitocentos: Seus Fundamentos Culturais e Ideológicos – Marivalda Paticcie

Do esgotamento do romantismo à revolução de (1922) , a literatura brasileira conheceu várias correntes estilísticas. No entanto, os estilos pós românticos de antes do modernismo  – o realismo, o naturalismo, o parnasianismo, o impressionismo e o simbolismo – foram mais simultâneos do que sucessivos; no conjunto dos gêneros literários. Entre aproximadamente 1880 e 1920, […]

Continue a ler

[2ª Estante] (Diversidade Literária – 06/03/17) Romantismo em Portugal (Revelações Burguesas) – Marivalda Paticcié

 Romantismo em Portugal. 1- Introdução. Em meados do século XVII, novas transformações começaram a delinear-se na mentalidade do homem na época, que já se mostrava descontente com as formas e os temas explorados no Neoclassicismo. A “imaginação” começa a predominar sobre a “razão”; a sensibilidade espontânea, o entusiasmo, o emocional procuram tomar vulto em detrimento […]

Continue a ler

[Diversidade Literária] Romantísmo em Portugal – Parte 1

  1-  Introdução   Em meados do século XVII, novas transformações começaram a delinear-se na mentalidade do homem na época, que já se mostrava descontente com as formas e os temas explorados no Neoclassicismo. A “imaginação” começa a predominar sobre a “razão”; a sensibilidade espontânea, o entusiasmo, o emocional procuram tomar vulto em detrimento das manifestações […]

Continue a ler

[Diversidade Literária] – Romantismo em Portugal (Revelações Burguesas) – Marivalda Paticcié

 Romantismo em Portugal. 1- Introdução. Em meados do século XVII, novas transformações começaram a delinear-se na mentalidade do homem na época, que já se mostrava descontente com as formas e os temas explorados no Neoclassicismo. A “imaginação” começa a predominar sobre a “razão”; a sensibilidade espontânea, o entusiasmo, o emocional procuram tomar vulto em detrimento […]

Continue a ler

[Diversidade Literária] – Romantismo em Portugal (Revelações Burguesas) – Marivalda Paticcié

 Romantismo em Portugal. 1- Introdução. Em meados do século XVII, novas transformações começaram a delinear-se na mentalidade do homem na época, que já se mostrava descontente com as formas e os temas explorados no Neoclassicismo. A “imaginação” começa a predominar sobre a “razão”; a sensibilidade espontânea, o entusiasmo, o emocional procuram tomar vulto em detrimento […]

Continue a ler

[Diversidade Literária] O Pintor da Vida Moderna (Charles Baudelaire)

Nesta primeira apresentação, sobre a obra O Pintor da Vida Moderna de Charles Baudelaire irei discorrer sobre a questão do Belo, a Moda e a Felicidade.Baudelaire apresenta a definição do Belo e os outros três elementos, a partir das representações artísticas com o olhar voltado para a vida burguesa da época.   ideia do belo, […]

Continue a ler

[Diversidade Literária] O Pintor da Vida Moderna (Charles Baudelaire)

Nesta primeira apresentação, sobre a obra O Pintor da Vida Moderna de Charles Baudelaire irei discorrer sobre a questão do Belo, a Moda e a Felicidade.Baudelaire apresenta a definição do Belo e os outros três elementos, a partir das representações artísticas com o olhar voltado para a vida burguesa da época.   ideia do belo, […]

Continue a ler