[Novela: A luta do Mal – Galerinha do mal] Capitulo 1

Era uma vez, num reino muito, muito, muito, muuuuuuito chato chamado Roncon. Eis que surgi, uma revolucionária preta Gata, chantagista, interesseira, egoísta e gostosa, conhecida como MARIvilhosa. A forasteira que chegou para virar do avesso aquele monótono reino chatéssimo. Neste povoado, imperava uma horrorosa, medonha e malfeita Carmota Piquenez. Em toda sua baixeza, ditava ordens, berros e trovões! Fissurada por branco, seu império era totalmente branco, calado, entedioso e oprimido.


Ao saber pelas más línguas que a Carmota Piquenez, centralizava o poder e tentava se fazer de novinha para ser popular no reino em que o povo era reprimido. Como adora um bafo, Marivilhosa infiltrou-se como mais uma das serviçais do calabouço onde Carmota Piquenez se refugiava e fazia conchavos com os criminosos.

Ao chegar, Marivilhosa, indentifica em meio a multidão de escravos, alguns que saltaram aos seus olhos. Eram esses: Rafa, Nic, Emy, Gui, Preto, Jaum, Jow, Aninha e Clarinha. Mal criados que não se rebaixavam, nem aturavam as ordens loucas de Carmota Piquenez. Marivilhosa, com toda a sua experiência pelo mundo, sabia que sozinhos não conseguiriam tomar o poder então juntou os novatos, e formou com ele um grupo cruel e sanguinariamente do mal.
Mariane Helena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *