Mês: setembro 2017

[Faroeste News] Escritor Diego Sant’Anna participa de coletânea sobre “Saudade”

A convite da Darda Editora com o projeto: Um Mar para Autores de Todas as Viagens, o poeta-fantástico irá compor a Antologia SAUDADE & POESIA com 3 obras sendo elas: Elegia, O Tempo e Eu e Estrela Cadente. Com previsão de lançamento para o mês de Outubro deste ano, os trabalhos selecionados abordarão o tema […]

Continue a ler

[Súmula de Domingo] Primaverando – Ana Cristina da Costa

Ah! A passarinhada!  Se pudesse ouvir o que agora ouço daqui de minha janela, eu adoro essa conversinha de biquinho, se pudesse sentir o silêncio onde ocorre tal beleza melódica, se pudesse! Ou apenas imaginar que nenhum instrumento da terra concorre com tamanha afinação. É um farfalhar, um gorjeio em festa, uma alegria infinita por […]

Continue a ler

[4ª Poética] Corrigida Anisofila – Jonnata Henrique

Epanástrofe repito-me entre versos Abduto,díspar,em anonimia eclipsado Fugindo da sordícia humana estou Envolto por densa égide elipsado Ataraxia caligrafada biológico esboço Equinóforo destino abcindido colapsado Politomia e analecto em resumo Buco busílis tento fazer prédica Contumácia alimento visando aniilar Envencilhar escuras partes com dédica Enfrentar comtempto alheio horrípilo Não há fármaco apenas cética Falsídica e […]

Continue a ler

[Biografias – O futuro da literatura] Escritor Robson Lima

Da poesia à própria compreensão Quando passei a me interessar e não mais me preocupar pelas coisas senti-me como aquele que dispensa a lanterna, quando vê o sol nascer (Robson Lima) Hoje conheceremos um pouco do autor  Robson Lima Ferreira Da Silva. Nascido em 19 de novembro de 1973 na cidade de São Jose dos Campos. É […]

Continue a ler

[Súmula de Domingo] Lições!!! – Ana Cristina da Costa

O que aprendemos na vida? De quem aprendemos na vida?O que levamos da vida? Incrível o quanto aprendemos, incrível que mesmo face o andar da idade, continuamos aprendendo. Não, não estou sendo preconceituosa, nem depreciativa, digo que às vezes pensamos, não temos como aprender mais nada, o que havia de ser, já foi, agora é […]

Continue a ler

[4ª Poética] Saudade Machuca – Antonio Luis

Estou com saudades de vocêNossas noites de prazerPensei que não teria fimPorém um pensamento ruimSe estalou em mim Sair de casa sem rumoAté hoje não tenho prumoLonge de você tudo é diferenteMe acostumei com o amor da genteComo eu faço pra te esquecerSaudade machuca demais, lembrando de você Como eu faço pra te esquecerSaudade machuca demais, lembrando de você.ANTONIO […]

Continue a ler

[Súmula de Domingo] Os Fenômenos – Ana Cristina da Costa

 Como deter um fenômeno natural? Você conseguiria impedir uma tempestade? Poderia evitar que chovesse na hora em que tem que sair de casa com seus cabelos escovados? De evitar que o frio intenso avance na cidade onde mora? Que a seca esturrique sua pele e leve embora sua saúde? E o que dizer sobre os […]

Continue a ler

[4ª Poética] Superpoder – Katia Oliveira

Se você pudesse escolherUm superpoderQual você queria ter?Eu queria ter asasPara bem alto voarAs estrelas tocarNas nuvens fofas repousarElas parecem tão maciasA visão ampliarLá de cima ver o lindo marTudo isso seria sensacionalMas tenho que confessarQueria mesmo era te encontrarVoando seria mais fácilEu seria mais ágilE logo descobririaOnde você estariaQueria tanto te conhecer maisNossas conversas […]

Continue a ler

[O futuro da literatura] Stephanie Ribeiro

A FRANCA, FRACA E QUASE SILENCIADA: STEPHANIE RIBEIRO “Uso a palavra para compor meus silêncios.” (Stephanie Ribeiro) Negra, pobre, filha de uma mulher forte e corajosa, abandonada pelo esposo… E neta de uma mulher que vive o restos de seus dias escrevendo cartas para o esposo já falecido para aliviar a sua dor e sentir a […]

Continue a ler

[Resposta 42] Seja rápido para começar a pensar, mas demore para pensar – Bruno Leal

    O que te constrói? O que te define? O que você acha sobre esse ou aquele assunto? E se eu te falar que eu não saberia responder essas perguntas?    As contradições são geniais, embora eu as odeie. Elas acabam com toda nossa construção e definições de nós mesmos caem por terra. Mas, […]

Continue a ler