[4ª Poética] Chove chuva – Miriam Brilhó

Chove chuva

 


Chove chuva

Caí de mansinho
Lavando tudo
Lavando a alma
trazendo calma
trazendo vida
as flores se alegram
meu peito sossega
as dores se vão
forte o coração
ao amor se entrega


Miriam Bilhó

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *